União Central Americana reafirma seu voto a favor da ordenação de mulheres

União Central Americana reafirma seu voto a favor da ordenação de mulheres

Por Adventist Today | Texto traduzido e adaptado por Mariana Rocha à revista Zelota. Clique aqui para ler o original. De acordo com um relatório de notícias da União Central Americana1 (Mid-America Union, MAUC), a maioria dos delegados das seções constituintes votaram a favor da credenciação pastoral tanto a homens quanto a mulheres como ministras

Por Adventist Today | Texto traduzido e adaptado por Mariana Rocha à revista Zelota. Clique aqui para ler o original.

De acordo com um relatório de notícias da União Central Americana1 (Mid-America Union, MAUC), a maioria dos delegados das seções constituintes votaram a favor da credenciação pastoral tanto a homens quanto a mulheres como ministras ordenadas e ministros ordenados. A reunião dos círculos eleitorais foi realizada ontem [12].

“O Comitê Executivo da MAUC votou pela primeira vez ‘a favor da ordenação das mulheres no ministério pastoral’ em 8 de março de 2012, mas nenhuma ação subsequente foi tomada durante os últimos nove anos”, afirma o relatório.

“Sob a direção do Comissão Diretiva da MAUC a partir de uma votação realizada em novembro de 2018 e reafirmada em abril de 2021, a agenda desta reunião incluiu uma discussão sobre credenciamento pastoral tanto para pastoras e pastores que servem no território central dos Estados Unidos”, declarou a notícia.

Gary Thurber, que foi reeleito presidente da MAUC ontem [12], explicou antes da votação que se a maioria dos delegados votassem para permitir a ordenação das mulheres, caberia inteiramente a cada associação decidir se elas apresentariam à MAUC mulheres como candidatas à ordenação.

No final, “82% das delegadas votaram a favor da seguinte recomendação”: A União Central Americana reconhece o direito e a responsabilidade de cada  Associação local de preparar e recomendar nomes para a ordenação, e considerará todas as pessoas recomendadas para a ordenação, conforme submetidas pelas respectivas Comissões Diretivas das Associações locais”.

Thurber também “declarou que devido à votação da  Associação Geral sobre este assunto, a credencial de ordenação de pastoras não seria reconhecida pela igreja a nível mundial, mas somente seria válida no território que compreende a MAUC ou em qualquer outra Associação da Divisão Norte-Americana que tenha escolhido ordenar suas pastoras”.

Thurber acrescentou: “Espero que mantenhamos nossos braços ao redor uns dos outros e, quando partirmos deste lugar, enviaremos uma mensagem às nossas igrejas de que a União Central Americana é Adventista do Sétimo Dia em sua essência, ama a igreja e está grata por fazer parte dela.”

Ed Reifsnyder, que foi delegado na reunião da MAUC, observou que o presidente norte-americano G. Alexander Bryant apoiou muito a recomendação na discussão que antecedeu a votação. Em comentários enviados ao Adventist Today sobre a votação, Reifsynder disse:

“Um momento notável durante a discussão foi quando Alexander Bryant, presidente da Divisão Norte-Americana, expressou seu total apoio à ordenação das mulheres na Divisão. É claro que ele não só pretende expandir o território no qual as mulheres são ordenadas, mas também remover barreiras para que as mulheres possam servir em qualquer lugar sem perder suas credenciais de ordenação”. Atualmente, se uma pastora deixa um território onde as mulheres são ordenadas e vai para um território onde elas não estão, ela perde suas credenciais. Bryant expressou o desejo de mudar isso, e as delegadas adotaram uma moção solicitando que a  Associação Geral tratasse deste assunto”.

Notas:
  1. Nota da tradutora: A União Central Americana foi fundada em 1980 e compreende os seguintes Estados: Colorado, Iowa, Kansas, Minnesota, Missouri, Nebraska, North Dakota, South Dakota, Wyoming e San Juan County in New Mexico. Fazem parte dessa união as seguintes associações: Dakota, Iowa-Missouri, Kansas-Nebraska, Minnesota, and Rocky Mountain Conferences.

Posts Carousel

EnglishPortugueseSpanish